Connect
To Top

Crítica: ‘Dançarina Imperfeita’, filme com Sabrina Carpenter na Netflix

Filme já está no Top 10 da Netflix.

No ritmo de dança juvenil, a Netflix tem trazidos boas produções nesse estilo, como Feel The Beat. Em ‘Dançarina Imperfeita’, já classificado nas primeiras posições no serviço de streaming, a diferença é que a magia está simples e puramente na arte, deixando os personagens em segundo plano. 

+ Netflix da semana: 3% e Power são algumas das estreias

+ Seis filmes para você assistir de graça sem sair de casa

+ Crítica Milf

A história gira em torno de Quinn, papel de Sabrina Carpenter, jovem que faz de tudo para provar ser uma boa dançarina ao formar sua própria equipe. Para chegar ao estrelato, ela passa por diversas provações, como lidar com profissionais mesquinhos, com a falta de apoio da mãe, e das próprias dificuldades dela e do grupo em acertar o passo. 

O caminho duradouro por onde ela transita é acrescido de uma cenografia clara, de atores jovens e bonitos, e de canções de artistas de peso como pano de fundo, Dua Lipa faz parte do casting musical. Esse colorido em meio aos problemas internos e externos tornam ‘Dançarina Imperfeita’ rico e divertido de assistir. 

De fato, o filme que conta com produção de Alicia Keys não prima pelos personagens, fora a protagonista, todos os demais são meros coadjuvantes, até o próprio par romântico. Afinal, a história tem como foco mostrar como é possível chegar onde deseja, basta acreditar. Simples ou não, a mensagem é eloquente neste momento de pandemia, por esses e outros pontos, ‘Dançarina Imperfeita’ merece ser visto. 

+Assista a filmes e séries de sucesso pela Amazon Prime com Teste Grátis. Aproveite! 

+Acompanhe as últimas noticias e lives do OC no Instagram

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

More in Filmes