Jhona Burjack: do sonho da arquitetura ao estrelato em Éramos Seis’

Conheça a emocionante história de vida do jovem ator.

By
ads

Aos 25 anos, Jhona Burjack pode se considerar vitorioso. Até poucos anos atrás, o jovem, natural do pequeno município de Gama, interior de Brasília, não imaginava contracenar com Glória Pires, Nicolas Prattes, Kelzy Ecard, entre outros de ‘Éramos Seis’. Seu sonho na adolescência era tornar-se arquiteto e permanecer vivendo próximo aos pais. 

A mudança de vida aconteceu quando a namorada decidiu encerrar a desgastante vida de modelo e seguir ao seu lado. No entanto, ao acompanhá-la na agência de modelos para finalizar o contrato, o diretor avistou um novo rosto, como disse a ele, “uma beleza diferente”, e, assim, começou a desfilar e fazer campanhas ao redor do mundo. 

O Opinião Cult conversou com o intérprete de Lúcio da trama das seis’, com encerramento para o próximo dia 27 de março. Nos bastidores, a simpatia do ator nos emocionou, pois ao chegar na sala de imprensa beijou e abraçou cada um dos colegas em um misto de emoção e de carinho. 

Éramos Seis – Jhona Burjack

Conheça a história de Jhona Burjack

Surpreso com a trajetória da vida, Jhona reflete sobre a transformação na vida profissional em tão pouco tempo “O meu pai é pedreiro e minha mãe, caixa de supermercado. Nunca pensei que me tornaria um artista, eu queria ser um arquiteto. Na escola eu conheci minha namorada, Gabriela Pires. Ela já era modelo, e quando terminou os ensinos, (ela) decidiu viajar para se tornar modelo, mas não queria ir porque estava namorando comigo, e se fosse terminaria o namoro. Em um certo dia, ela me convidou para ir à agência, chegando lá, o dono viu que eu tinha uma beleza diferente e que tinha uma pegada para ser modelo. Eu achava um saco essa história de moda, gostava de ficar na fazenda com a família”, relembra.

Então que o ator percebeu como a chance poderia abrir portas futuras e assim dedicou-se às passarelas e à fotografia. “Eles acharam que eu e minha namorada deveríamos morar em Milão, então fomos para lá, depois para Turquia, Londres, Nova York  e Paris”.

Então que surge a primeira oportunidade de interpretação. “Eu fiz um comercial bem interessante com a Rossy de Palma (atriz espanhola). Gostaram aqui no Brasil, foi quando fiz um teste para ‘Amor de Mãe’. Voltei para fora (do país) e me chamaram para fazer o teste de ‘Éramos Seis’.

Como chegou o papel de Lúcio?

Jhona percebeu que agora está tudo mais corrido diante do excesso de gravações, embora já tenha finalizado. “Agora tenho que gravar mais todos os dias, mas com a fama continua a mesma, saio, faço o que eu quero. Só fico feliz por ter essa profissão, ainda mais hoje com tanto desemprego”. 

Éramos Seis – Jhona Burjack

Repercussão nas redes sociais

Com o rosto conhecido por causa na trama de Ângela Chaves, Jhona Burjack está aprendendo a lidar com o assédio nas ruas. “Algumas pessoas me reconhecem. Estava na Barra (da Tijuca) e tinha umas baianas fritando acarajé, elas falaram para mim que assistem a novela todo o dia. Fico feliz porque a novela é muito sensível, está aí pra abrir os olhos das pessoas, além de falar sobre manifesto de oolítica. Nada mudou, está na mesma situação política”.

O jovem ator se diz grato por ser filho fictício de Kelzy Ecard e Kiko Mascarenhas, Dona Genu e Virgulino. “Eu sou muito grato de ter a chance de estar no núcleo deles. Eles são tão pacientes, sempre alertam para o tom, são professores, e sem falar que são muito afetuosos e carinhosos. Eu me sinto acolhido de verdade”, fala carinhosamente. 

Após o término de Éramos Seis, Jhona deseja voltar a Nova York, mas não descarta novos trabalhos na emissora. “Depois dessa novela, quero retomar a moda, e devo voltar para Nova York. A minha namorada está lá. Voltando para Nova York, tem cursos que quero fazer, mas se aparecer outra oportunidade de trabalho, por que não?”, reflete. 

Com diversas possibilidades à vista, Jhona é enfático em apenas uma: melhorar a vida dos pais. “Todo mês eu envio um dinheirinho pra eles, e tenho um grande sonho de comprar a casa pra eles, eles moram em um apartamento alugado. O sonho da minha mãe é ter casa própria”.

+ Entrevista Nicolas Prattes: ator fala para quem dedica o Alfredo

+ Entrevista: Luciana Braga fala sobre Giulia Buscacio

Siga o Opinião Cult nas redes sociais:

FACEBOOK: opiniaocult
TWITTER: opiniaocult
INSTAGRAM: @opiniaocult
YOUTUBE: Opinião Cult

Assine nossa Newsletter!

Conteúdos exclusivos. Você recebe antes dos demais.

ads

Leave a Comment

Your email address will not be published.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

ads

You may also like