Crítica ‘Sonic – o Filme’: essencialmente melhor do que se espera

By

Após as mudanças pedidas pelo público sobre o visual do personagem, o diretor de ‘Sonic – o Filme’, Jeff Fowler, mexeu em vários aspectos no semblante do ouriço mais famoso do mundo. Certamente, essas mudanças comporam uma nova realidade para a boa produção exibida nos cinemas. 

Sonic estreou no dia 13 de fevereiro nas telonas brasileiras e, desde então, tem gerado comentários positivos dos fãs. Sinceramente, ao pensar em assistir ao filme, imaginei que me deixaria desgostoso, preconceito referente a casos vindos de personagens animados de videogame ou desenhos. Um caso insosso é ‘Pica-Pau, o Filme’, de 2018. 

Neste caso, Sonic é um deleite interessante, gostoso de acompanhar. Embora o roteiro seja clichê, contando a história do ouriço que se sente sozinho e gostaria de ter amigos, vários elementos tratam a história mais linear. 

O próprio personagem é agradável. Simpático e sarcástico em vários momentos, Sonic enriquece a tela ao brincar com sua maior qualidade: a velocidade. Durante a cena na qual ele passeia com uma tartaruga na estrada em mais de 400 km/hora, o público solta a risada no cinema.

+ ‘Modo Avião’ é o primeiro voo raso de Larissa Manoela na Netflix

4 filmes que não ganharam o Oscar e merecem ser vistos

 

A presença de Jim Carrey

Além disso, a maior estratégia de sucesso é trazer Jim Carrey sendo Jim Carrey como sempre. No papel do vilão Robotnik, tecnólogo maluco que deseja capturar o protagonista, o comediante solta suas caras e bocas habituais com a maior naturalidade vindas dos diversos anos de profissão. O ator brinca em cena, muitas sozinhas, como um esperado e já conhecido monólogo. O que poderia ser escrachado para danificar o produto, enriquece a parceria com o protagonista.

‘Sonic – O filme’ ainda deixa duas cenas pós-crédito, o que remete a uma possível continuação, certamente proveniente da possibilidade de se considerar sucesso de bilheteria. No mais, Sonic é um trabalho bem construído, divertido, com belas fotografias e gráficos digitais de primeira linha. Um bom retrato audiovisual para os amantes dos anos 90 adiante.

Você assistiu e gostou de Sonic? Deixe seu comentário.

You may also like