fratura

Fratura: leitores dividem opinião sobre o suspense da Netflix

Concorda com as opiniões?

By

O suspense Fratura virou um dos principais assuntos nas redes sociais. O longa da Netflix é um dos mais assistidos no serviço de streaming em 2019. 

Para quem não assistiu ainda, a sinopse é a seguinte: Sam Worthington interpreta Ray, um homem que viaja com a mulher, Joanne (Lily Rabe) e a filha, Peri (Lucy Capri) para passar o dia de Ação de Graças e, ao parar na estrada, a filha cai em um buraco e se machuca. Ao chegar no hospital, ele passa por um grande contratempo até a filha ser atendida.

Mas o pior está por vir. A filha e a esposa desaparecem quando são levadas para realizar uma tomografia na menina. A partir daí, Ray passa por situações desesperadoras, já que ninguém no hospital confirma que ele tenha as levado até lá.

Para alguns leitores do Opinião Cult, a história é crível: “Eu gostei muito, atuações boas, enredo interessante. Para mim, é um ótimo achado no catálogo”, diz Jaqueline. O mesmo caso que a leitora Faby descreve: “Gostei!!! Tão surpreendente quanto a mente do ser humano …nunca sabemos o que a mente e o nosso psicológico são capazes …até sermos colocados diante de certas situações…”

Como a trama gera reflexões sobre a mente humana, algumas pessoas deduzem o que se passa na cabeça do protagonista.. “Esse filme mexe com a cabeça da gente, pois parece que o cara está com problema de cabeça, é louco. Na recepção, já tem umas perguntas que te faz pensar, quando o cara segue na busca pela mulher e filha. O final é surpreendente, seriam loucos a tal ponto de tráfico de órgãos”, define. Jair aprovou a história: “Gostei, muito bom. Isto provou que a gente vê o que quer vê”.

+ Crítica Fratura: novo suspense da Netflix faz reflexão sobre a memória

+Insta do OC: quiz semanal, vídeos e informações. Siga a gente!

Mas como as opiniões são diversas, há quem não gostou ou não entendeu. “É bem meia boca esse filme”, comenta Ricardo. Já o Fernando ficou em dúvida sobre o desfecho. “Bom filme, mas não entendi foi nada do final.”

A Sara sintetiza: “Fraco, estranho, complexo, fica aberto para interpretação individual que tem “n” possibilidades de desfecho, mas nenhuma é clara.”

Caio compartilha da ideia de que poderia ter realizado outro encerramento. “Sacanagem, prefiro o final que ele salva a mulher e filha mesmo, podia ter acabado ali quando ele sai do hospital com as duas. A lição que ficaria é: nunca desista de suas convicções. Mas os dois finais são bons.

Para quem ficou em dúvida, o diretor Bran Anderson resolveu abrir o jogo sobre sua estratégia (clique no link). E você, o que achou de Fratura? Deixe sua opinião.

DE OLHO NO YOUTUBE DO OC!

Confira o nosso papo com Claudio Lins sobre televisão. Acesse e siga o nosso canal.
 

Siga o Opinião Cult nas redes sociais:

FACEBOOK: opiniaocult
INSTAGRAM: @opiniaocult
YOUTUBE: Opinião Cult
 

Assine nossa Newsletter!

Conteúdos exclusivos. Você recebe antes dos demais. 

Leave a Comment

Your email address will not be published.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

You may also like