Rainer Cadete (foto: João Miguel Junior)

Rainer Cadete em foco: um olhar sobre ‘A Dona do Pedaço’ pelas lentes do artista

Nessa entrevista, teve um outro ator que participou do papo.

By

Rainer Cadete tem sua trajetória artística colorida pelas tintas de Walcyr Carrasco. Sua estreia em telenovelas foi em uma trama das sete do autor, Caras e Bocas (2009). Dali em diante foram mais cinco produções, das quais quatro foram do dramaturgo que é o atual dono do pedaço das nove. Uma relação de confiança estabelecida através da dedicação do ator em compor os diversos personagens que lhe desafiaram nos últimos dez anos. No ar como o fotógrafo, Téo, em A Dona do Pedaço, o artista foi mais um dos integrantes do elenco a conversar com o Opinião Cult para contar como foi a sua preparação e o destino do personagem nesse momento de virada da história.

Rainer não esconde a alegria com o trabalho atual. Perguntado sobre como está sendo mergulhar no universo da fotografia e dos influenciadores digitais, nos contou onde foi buscar a composição para o papel: “todo o processo de construção foi muito bacana! Eu conheci várias digital influencers e vários fotógrafos de digital influencers. Acompanhei um desfile do São Paulo Fashion Week ao lado de um fotógrafo que trabalha com diferentes influenciadoras brasileiras, italianas, americanas e de vários outros países. Fiquei na primeira fileira, em uma área diferenciada dos outros fotógrafos, porque ele precisa dos detalhes. Assim eu fui entendendo como é esse dia a dia de uma pessoa da área. Me encantei com essa montagem da fantasia, essa história contada pelas redes sociais”.

Téo ( Rainer Cadete ) fotografa Rock ( Caio Castro ) com Paixão ( Duda Nagle ) Foto: João Miguel Junior
Téo ( Rainer Cadete ) fotografa Rock ( Caio Castro ) com Paixão ( Duda Nagle ) Foto: João Miguel Junior

Para o ator a fotografia não chega a ser uma novidade. O envolvimento com as lentes, entretanto, tem se tornado mais intenso e prazeroso: “apesar de ter feito faculdade de cinema, me apaixonei muito pela fotografia agora que mergulhei nesse mundo e nessa forma de contar uma história. Uma foto é o seu ponto de vista sobre determinada coisa. Antes de ser ator, eu queria ser modelo: já tinha essa troca com os fotógrafos. Foi pela foto de um ensaio que eu fui chamado para a Globo. Tudo começou através dela”.

Apesar do encantamento com o universo que tem descoberto ao longo dos meses, não esconde alguns pontos com os quais não concorda: “é bacana, mas eu me deparei com várias questões. O look do dia, por exemplo: na minha opinião o look do dia não está mais tão legal. A moda é ser mais sustentável, se preocupar com o planeta. Pelo menos eu estou preocupado com isso. Então, o look do dia é chato porque você está ali consumindo mais e sujando mais o ambiente do que deveria. Não existe uma relação afetiva com aquela roupa. Tem algumas coisas que eu critico desse modo de viver, não trago para a minha vida”.

O que traz para a sua vida, aliás, é o retorno positivo entre os profissionais da área: “eu vou aos eventos e os fotógrafos me recebem com muito carinho. Às vezes vem algum e me passa a câmera. Eu dedico meu trabalho para eles”.

Anderson Di Rizzi aproveita a deixa para contar que os cliques do Téo tem feito sucesso entre o elenco. O ator, que interpreta o Márcio, gerente da Bolos da Paz, conta que “durante as gravações do casamento da Maria da Paz com o Régis, ele arrasou. A galera ficou em cima, pedindo para ele passar as fotos”. Com a intromissão do colega de cena, Rainer revela: “eu estou ali com um brinquedinho muito divertido, acabo fazendo umas fotos. A gente está até com um projeto para o GShow, para colocar as fotos que eu tiro na novela. Meus amigos todos me pedem fotos. Eu me divirto. Eles estão acreditando nessa nossa mentirinha”.

Téo ( Rainer Cadete ) no início da trama. Foto: João Miguel Junior
Téo ( Rainer Cadete ) no início da trama. Foto: João Miguel Junior

Se no início da novela a importância do Téo para a trama ainda era velada, com a descoberta das maldades de Josiane (Agatha Moreira), o personagem de Rainer Cadete ganha relevância contra as investidas da vilã e em defesa da protagonista, Maria da Paz (Juliana Paes). Sobre os diferentes momentos, o ator indica: “o Téo é um personagem muito complexo, que a gente vai descobrindo por camadas. No início ele ficava só fotografando, em uma região mais periférica da história. Eu sentia que as pessoas não sabiam que era eu. Eu estava com um visual bem diferente, meus próprios colegas às vezes não sabiam. Eu passava nos corredores e dizia: oi, eu já fiz umas três novelas com você”, diverte-se. “Eu acho que o público começou a se identificar quando ele acordou, quando descobriu as armações da Jô. Ele se revoltou e se uniu à Maria da Paz. Foi aí que o público começou a ter mais carinho, o que eu comecei a sentir andando na rua, com uma recepção mais calorosa vinda das pessoas”.

Sobre a relação de seu personagem com a vilã, Rainer percebe que o sentimento deixa tudo um tanto irracional: “o Téo e a Maria da Paz são vítimas de um amor por uma psicopata. Sempre vem na minha cabeça a letra de uma música: ‘não existe razão nas coisas feitas pelo coração’. A gente está sempre buscando razão para tudo e meu personagem não tem muito isso. O amor, às vezes, cega a gente mesmo”.

Na última quinta-feira (12), quando foi ao ar o centésimo capítulo da trama, a vingança contra Jô ganhou novo episódio, com o anúncio de que os investimentos que ela fez em diamantes foram perdidos. O fotógrafo tornou-se um dos pilares do fracasso da vilã: “existe uma ‘liga da justiça’ para ajudar a Maria da Paz. O Rock e o Téo estão muito presentes, cada um com seus motivos, vítimas da Josiane. Eles dois se juntaram para tentar vingar tudo o que ela fez para a mãe. O meu personagem acredita que ela vai se tornar uma pessoa melhor. Mas eu acho difícil ter uma redenção para a Jô, que já ultrapassou tantos limites: já matou, inclusive”. Mas se os dois vão ficar juntos no final, a partir de um possível arrependimento, o ator desconversa: “o nosso gênio, Walcyr, que vai dizer. E o que ele escrever a gente vai fazer com toda a verdade possível”.

Gostou da matéria com Rainer Cadete? Confira também o papo com o ator Guilherme Leicam.

Leave a Comment

Your email address will not be published.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

You may also like

Hot News