Anderson di Rizzi (foto: Globo/João Cotta)

Anderson Di Rizzi: “Eu já levei quase todos os bolos para casa”

O ator conta como se diverte em suas cenas.

By
ads
Márcio ( Anderson Di Rizzi ) e Kim ( Monica Iozzi ) Foto: Globo/Victor Pollak
Márcio ( Anderson Di Rizzi ) e Kim ( Monica Iozzi ) Foto: Globo/Victor Pollak

Morde e Assopra (2011), Gabriela (2012), Amor à Vida (2013), Êta Mundo Bom! (2016), O Outro Lado do Paraíso (2017) e A Dona do Pedaço (2019). Na atual novela das nove, Anderson Di Rizzi tem divertido o público com o equilibrado, Márcio, que vê sua vida virada do avesso por Kim Ventura, personagem de Monica Iozzi. Este é o sexto trabalho do ator criado pelas mãos de Walcyr Carrasco, uma parceria que tem lhe rendido boas doses de sucesso e carinho do público. Entre as gravações de uma cena e outra, Anderson bateu um papo com o Opinião Cult para falar dos rumos de Márcio a partir do capítulo 100, marca atingida nesta quinta-feira (12/09) e que tem sido celebrada pela produção e elenco.

Assim que nos encontra, Anderson solta a seguinte pergunta: “Já visitaram a fábrica de bolos?” Parece que o ator está mesmo envolvido com a empresa que defende com empenho na ficção. A estrutura montada para a novela, de onde saem gostosuras reais, tem movimentado não só os telespectadores, mas toda a equipe de A Dona do Pedaço, que se derrete ao falar do espaço.

O ator dá vida ao gerente da Bolos da Paz e braço direito da protagonista da história. Um homem concentrado nos negócios, organizado na vida, atento e metódico, que teve sua rotina completamente bagunçada após cruzar o caminho de Kim, a desregrada e decidida assessora de influenciadores digitais. 

Anderson Di Rizzi (foto: Globo/Estevam Avellar)
Anderson Di Rizzi (foto: Globo/Estevam Avellar)

Já vão algumas semanas desde que o casal passou a contar com a presença intensa de Sílvia (Lucy Ramos), ex-noiva de Márcio. Um triângulo que tem rendido divertidas cenas na novela. Ao falar desse envolvimento, Anderson defende o encontro: “o trio deu certo! Essa relação ficou mais engraçada por causa dessa situação em que elas tentam evitar o Márcio”. 

Sobre o elo entre a professora e a assessora, o ator desconversa: “Eu não sei! Acabei de gravar umas cenas em que ele fica desconfiado, mas não sabe bem o que está rolando. É a novela! O Walcyr propõe tramas diferentes dentro da trama central o tempo inteiro, você não sabe para onde ele vai. Agora, por exemplo, o Paixão (Duda Nagle) chegou e o Walcyr está direcionando a história para outro lugar; a Sílvia já virou uma digital influencer. Eu realmente não sei que caminho vai seguir. Mas confesso que eu estou me divertindo bastante. O que eu posso dizer é que o meu personagem já está envolvido e apaixonado pela Kim”, destaca. Uma paixão que nasce da insistência destemperada da personagem, mas que Anderson não julga incomum: “eu já vivi relação assim, de ir ficando com uma menina achando que não ia rolar mais. Até que me vi envolvido, gostando dela. Acontece!”.

Questionado sobre o momento em que o personagem se dá conta que gosta da Kim, o ator indica: “A partir da cena das cuecas. A Kim começa a evitar ele e a história ganha um outro rumo. Ele começa a sentir falta dela, a se ver envolvido, apaixonado”.

“O que eu posso dizer é que o meu personagem já está envolvido e apaixonado pela Kim”

Para quem acha que o distanciamento provocado pela chegada do boxeador, Paixão, vai transformar Márcio naquele cara centrado do início da novela, Anderson defende a mudança que o relacionamento enérgico causou: “Eu acho que ele não quer mais ser um cara normal. Imagina! Ele era todo regrado, tinha horário para tudo: para o café da manhã, o almoço e o jantar. Um cara que é todo organizado, de repente se depara com uma pessoa completamente avessa à rotina, nada metódica. Ele começa a gostar dessa situação. Foi se permitindo a tudo isso. A Kim coloca ele, como homem, em um lugar diferente, em que nunca esteve”.

Márcio ( Anderson Di Rizzi ) e Silvia ( Lucy Ramos ) Foto: Globo/João Cotta
Márcio ( Anderson Di Rizzi ) e Silvia ( Lucy Ramos ) Foto: Globo/João Cotta

Mudanças a partir do capítulo 100

A chegada ao centésimo capítulo é como um ponto de partida para diversas reviravoltas na história, dentre as quais a esperada retomada da fábrica pela protagonista. Sobre uma possível ajuda de Márcio para que essa retomada aconteça, Anderson revela não saber o tamanho da participação de seu personagem: “Ainda não veio isso para mim. Ele quer que a Maria volte, ele ajudou a estruturar aquilo tudo. Com a esperança que ela volte, ele fez a ponte com a Fabiana (Nathalia Dill), mas quando a Maria da Paz chegou eles viram que era outra coisa, que ela (a vilã) a queria fazendo os bolos no lugar do Abel (Pedro Carvalho), cuidando da cozinha. Mas eu vejo que ele é meio um anjo da guarda da Maria da Paz, que ficava ali cuidando dela e das finanças, direcionando o que ela devia ou não fazer. É um personagem de índole muito boa”.

Pouco antes de nos deixar para seguir com as gravações, Anderson Di Rizzi revela-se um consumidor assíduo dos Bolos da Paz: “Eu tive uma mulher grávida em casa que ficava com vontade de comer os bolos e eu tinha que levar. Ia no avião quase caindo da minha mão. Eu já levei quase todos para casa”, diverte-se o ator ao lembrar da gravidez da esposa, Taise Galante, com quem teve, Matteo, segundo filho do casal, nascido no final de junho.

Gostou da matéria feita com Anderson di Rizzi de A Dona do Pedaço? Também conversamos com Guilherme Leicam em um papo bem divertido. Confira!

ads

Leave a Comment

Your email address will not be published.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

ads

You may also like