Rio2C: edição focou em novidades tecnológicas e transformação social

Conheça o que aconteceu de especial no Rio Creative Conference.

By
A diretora de criação Mariana Sá (foto: Globo/ Paulo Belote)

A segunda edição do Rio2C – Rio Creative Conference – trouxe para a capital carioca uma diversidade de eventos que levam do entretenimento ao empreendedorismo, além de shows e convidados nacionais e internacionais. No entanto, nesta segunda edição, ainda mais encorpada, o Rio2C se destacou com assuntos envolvendo tecnologia e projetos que falam da preservação da mulher contra a violência.

Mariana Sá, diretora de Criação da Globo, presente no quarto dia de evento e participante do painel ‘Criatividade – Palavra do Gênero Feminino’, ao lado de executivas de empresas e agências de publicidade. Juntas, ressaltaram a importância da diversidade na criação e na construção de estratégias de comunicação. Durante a conversa, Mariana falou sobre como a diversidade é capaz de impulsionar o crescimento e o desenvolvimento não apenas das companhias, mas também da sociedade como um todo.

O ator e diretor Murilo Benício esteve, com outros diretores atuantes no mercado, no painel ‘A arte da direção’, em que foi abordada a narrativa, a estética e a escolha dos diretores para o resultado final da obra. Ingrid Guimarães e Leandro Hassum também estiveram no evento, participando de uma conversa sobre a produção de comédia no Brasil e o papel do talento em obras do gênero. Já Maria Prata, apresentadora da GloboNews, conduziu um debate sobre os impactos das novas formas de produção de conteúdo com fundadores de plataformas digitais.

Em ‘O cérebro no centro da narrativa’, Glória Perez debateu com criadores como criar personagens a partir de comportamentos e perfis psíquicos. “Construir um personagem é desenvolver uma configuração cerebral. O cérebro está no centro da construção de uma narrativa porque há diversos perfis comportamentais humanos que cabem em uma única pessoa. E isso é muito rico para o desenvolvimento de qualquer roteiro”, disse a autora.


Painel ‘O cérebro no centro da narrativa’, com Glória Perez (Foto: Globo/ Paulo Belote)

A discussão sobre o mercado de games eletrônicos lotou a sala durante ‘E-Sport – Entretenimento, engajamento e mídia’. O head de Novos Negócios do Esporte do Grupo Globo ressaltou como estão aproveitando oportunidades de engajamento com o público e desenvolvendo novas parcerias, que têm gerado projetos como a Game XP.

No Espaço Empresas Globo, a primeira discussão do dia foi conduzida pelo diretor artístico Luiz Henrique Rios, que comandou o painel ‘A Arte da Direção’. Na conversa com os participantes, destacou o entendimento de que cada produto da Globo, independentemente do gênero e formato, é visto como uma plataforma de comunicação, o que permite múltiplas oportunidades de contato com o público, a partir de desdobramentos e extensão de conteúdo para diferentes telas.


Pablo Bioni, gerente de Pesquisa e Desenvolvimento em Computação Gráfica, no Espaço Empresas Globo (foto: Globo/ Paulo Belote)

Espaço para as mulheres

Para lançar a série ‘Assedio’ na TV aberta, a atriz Adriana Esteves, a diretora Amora Mautner e a autora Maria Camargo se reuniram na Rio2C para falar de sororidade em uma narrativa de transformação social. Primeira série original da Globo desenvolvida com exclusividade para o Globoplay, a obra traz um tema atual e necessário: a luta e a força das mulheres, contando a história de união de vítimas que formaram uma rede para denunciar uma sequência de abusos sexuais cometidos por um médico bem-sucedido e respeitado.

Também para debater o protagonismo feminino, Aline Midlej mediou a conversa ‘Por elas, com elas, para elas’ com as atrizes Taís Araújo e Andrea Horta, as jornalistas Glenda Kozlowski, as apresentadoras e jornalistas Astrid Fontennele e Renata Boldrini e a autora Maria Camargo, que falou sobre sua experiência com ‘Assédio’, ressaltando a importância de ter muitas mulheres em equipes de criação, produção e direção. Andrea Horta concordou com a autora, comentando sua participação em filmes e novelas, enquanto Glenda destacou o preconceito que jornalistas enfrentam no universo esportivo. Já Renata exaltou as diretoras de cinema que vêm fazendo diferença nos últimos anos. Astrid lembrou das mulheres que, em décadas anteriores, precisavam se masculinizar para ocupar espaços até então dominados por homem e Taís Araújo destacou a quantidade de mulheres no set de ‘Aruanas’, série original Globo exclusiva para o Globoplay.

Cinebiografia ‘Simonal’

Como o cinema é um espaço importante do RIO2C, neste último dia de evento, o longa ‘Simonal será exibido, às 14h, e contará com a participação do protagonista, o ator Fabrício Boliveira.

Com previsão de estreia para o segundo semestre de 2019, o drama foi produzido pela Pontos de Fuga e será distribuído pela Downtown/Paris Filmes.

Veja a programação completa para este último dia de evento no site do Rio Creative Conference.

Conheça o Opinião Cult, acesse os nossos conteúdos.

Leave a Comment

Your email address will not be published.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

You may also like