15 49.0138 8.38624 both 1 bullet 1 4000 1 1 horizontal http://opiniaocult.com.br 300 4000
SIGA O OPINIÃO CULT NAS REDES SOCIAIS E COMPARTILHE NOSSAS MATÉRIAS COM SEUS AMIGOS SUA OPINIÃO VALE CULTURA!

Oscar! ‘A Forma da água’ vence em noite de discurso sobre diversidade

5 março, 2018
129 Views
A 90ª edição do Oscar trouxe uma noite contida, com poucas piadas sem graça, mas com discursos formais sobre diversidade e inclusão social. Entre as nomeações dos indicados, apareciam vídeos que passavam a mensagem sugerida. Uma delas mostrava diversos filmes de guerra, destacando a importância de homens e mulheres que lutam pelo seu país. Em...

A 90ª edição do Oscar trouxe uma noite contida, com poucas piadas sem graça, mas com discursos formais sobre diversidade e inclusão social. Entre as nomeações dos indicados, apareciam vídeos que passavam a mensagem sugerida. Uma delas mostrava diversos filmes de guerra, destacando a importância de homens e mulheres que lutam pelo seu país. Em outro momento, um vídeo foi exibido com mensagens de atores conhecidos ao meio de cenas de filmes que abordam a diversidade racial e sexual.

Num discurso emocionado após vencer o premio de melhor atriz por ‘Três Anúncios Para Um Crime’, a atriz Frances Mcdormand pediu para que todas as mulheres indicadas em todas as categorias ficassem de pé, terminando seu discurso com a palavra inclusão.

Um ponto que tem tudo a ver com o símbolo desta noite foi a premiação do diretor negro Jordan Peele, de ‘Corra’, na categoria roteiro original. E, contrapartida, o chileno ‘Uma Mulher Fantástica’ venceu como melhor filme estrangeiro, no qual retrata as dificuldades de uma transexual. Este é o primeiro Oscar do Chile.

 

Os demais premiados da noite

Entre as 13 indicações, ‘A Forma da Água’, favoritíssima desde sua estreia nos cinemas, fechou a noite com quatro prêmios: filme, direção de arte, trilha sonora, e Guilherme Del Toro como melhor diretor.

Gary Oldmann, que interpretou magistralmente o líder inglês Winston Churchill, recebeu emocionadíssimo o prêmio de melhor ator.  ‘Me Chame Pelo Seu Nome’ venceu apenas na categoria de roteiro adaptado. O melhor figurino da noite ficou para ‘Trama Fantasma’, mostrando os belos vestidos e ternos de época.

O melhor documentário de longa-metragem, ‘Ícaro’, foi uma das grandes surpresas da noite, mostrando os bastidores de futebol, focando no doping como um dos grandes problemas no esporte. ‘Dunkirk’ recebeu três prêmios: melhor edição, edição de som e mixagem de som. Filme que dever ser visto no cinema, fica o aviso!

Allison Janney, que assumiu o papel da icônica treinadora e mãe de Tônya, por ‘Eu, Tônya’ venceu como melhor atriz coadjuvante. ‘Dear Basketball’ recebeu o prêmio de melhor curta-metragem.

‘Viva A Vida é uma festa’ era o mais esperado como animação e levou a estatueta, contando a história de um menino que deseja ser músico, mas enfrenta barreira entre os parentes vivos e mortos para realizar seu sonho. O longa também levou como canção original com ‘Remember Me’.

Sam Rockwell, que concorria com Whoody Harrelson como melhor ator coadjuvante por ‘Três Anúncios Para um Crime’, recebeu a melhor estatueta pela indicação.

Blade Runner 2049’ não ficou de fora e mesmo com o grande concorrente ‘Planeta dos Macacos: A Guerra’, venceu na categoria efeitos especiais. Não foi grande surpresa!

O melhor documentário em curta-metragem ficou para ‘Heaven is a Traffic Jam on the 405e melhor curta para ‘The Silent Child’, a história de uma menina sura que aprendeu a desenvolver a comunicação. O Interessante do filme é que a atriz intérprete, Maisie Sly é surda.

E o grande alívio ficou para Roger Deakings que, após 14 indicações, conquistou o primeiro prêmio de fotografia por Balde Runner 2049.

 

‘A Forma da água’ mereceu como melhor filme?

O filme de Guilherme Del Toro tem um roteiro relativamente simples, não totalmente cativante, mas podemos entender a premissa de que é uma grande poesia, por este ponto, ‘A Forma da Água’ merece ser reconhecida. Outros pontos que engrandecem o filme é a atuação de Sally Hawkings, magistralmente no papel de uma mulher muda que se apaixona por uma criatura, mas o maior encantamento está na fotografia escura e azulada, muitas vezes, sufocante. Por toda essa estética, mereceu o prêmio.

 

Confira a lista completa:

Melhor Filme

Melhor Direção

Melhor Atriz

Melhor Ator

Melhor Ator Coadjuvante

Melhor Atriz Coadjuvante

Melhor Roteiro Original

Melhor Roteiro Adaptado

Melhor Animação

Melhor Documentário em Curta-Metragem

Melhor Documentário em Longa-Metragem

Melhor Filme Estrangeiro

Melhor Curta-Metragem

Melhor Curta em Animação

Melhor Canção Original

Melhor Fotografia

Melhor Figurino

Melhor Maquiagem e Cabelo

Melhor Mixagem de Som

Melhor Edição de Som

Melhores Efeitos Visuais

Melhor Design de Produção

Melhor Trilha Sonora Original

 

E você, gostou dos premiados? Deixe sua opinião.

 

Assista ao nosso vídeo sobre ‘A Forma da Água’:

 

Jornalista gaúcho formado pela ULBRA, no Rs, e pós-graduando em Mídias Sociais pela Unicarioca. Tenho passagens pela rádio Bandeirantes, em Porto Alegre, no Rio de Janeiro fui repórter de cultura do Jornal Extra, O Dia e Metro, também tive passagem pela Rede Globo de Televisão escrevendo para o site do Caldeirão do Huck, para o projeto Blue Man Group. Apaixonado por televisão e cinema, criei o Opinião Cult com o intuito de levar opiniões sobre esta paixão que é o entretenimento.
Comentários 0

Deixe uma resposta